Experiências de Inverno na Europa

Oii pessoal, tudo bem?

Hoje eu venho com um post sobre um assunto que eu AMO e que com certeza vocês já repararam: Sobre viagem! Que eu amo viajar, vocês já sabem, né? Que eu amo a Europa? Vocês também já sabem! E frio então? Nem se fala. Agora juntar viagem + Europa + frio, eu nem preciso falar que resulta em uma viagem perfeita, né?

Por isso hoje eu decidi fazer um post contando um pouquinho sobre as minhas experiências de inverno na Europa com vocês, já que a temporada de inverno está começando agora no velho continente.

Vou dividir esse post em tópicos de países e explicar um pouquinho sobre como é o “inverno” em cada uma dessas localidades para facilitar a vida de quem quer saber sobre determinado lugar. Por mais que na Europa seja tudo muito próximo, a temperatura muda um pouquinho de um lugar para o outro. Considerem que todos esses locais eu fiz em uma mesma temporada, no final de março/início de abril de 2015, então dá pra ter uma noção da diferença de um lugar para o outro.

 

Itália

Em geral os locais que conheci na Itália faziam um frio suportável nesses meses, uma média de 10°, com mínimas e máximas que variavam de 5 a 15° mais ou menos. Visitei Milão, Roma, Florença, Pisa e Veneza, e cada cidade tinha sua particularidade com relação ao clima invernal.

Roma Vaticano Papa e Pantheon (2)O único local que notamos muita umidade, um frio com chuva (e uma chuva chata, que chegou até a atrapalhar um pouco a viagem) foi em Roma, aliás, essa foi a cidade que mais ventava de todas as que visitamos. Era tanto vento que literalmente perdemos duas sombrinhas, e conversando com as pessoas da cidade, eles disseram que isso é muito comum na cidade. Vai entender né? rs. Como em Roma as opções de passeio são na maioria ao ar livre, a chuva é um fator que atrapalha muito. Visitar o Coliseu, o Foro Romano, Vaticano entre outros pontos turísticos atrapalha bastante quando está chovendo. Por sorte pegamos chuva apenas um dia, e aproveitamos para ir ao Vaticano, já que não precisaríamos ficar andando de um lado para o outro.

Vlog Firenze (2)Em Florença tivemos dias mais quentes, em que nos arriscamos até a tirar a blusa. Pegamos temperaturas que chegavam até a 20°. O mesmo aconteceu em Pisa, que também fica na mesma região da Toscana, notamos que o frio nessas duas cidades era mais próximo do frio que estamos acostumados aqui no Brasil. Como Florença e Pisa são duas cidades bem pequenas, que se conhece praticamente a pé (nós pelo menos fizemos as duas inteirinhas a pé) o fato do tempo estar mais quentinho foi legal, mas eu acho que mesmo que se estivesse bastante frio, nós nem teríamos sentido, já que andamos muito e isso acaba esquentando o corpo. Em Florença conhecemos a igreja da cidade, passamos pela Ponte Vecchio e fomos caminhando até o mirante mais alto da cidade para vermos o pôr-do-sol. Já em Pisa, praticamente descemos do trem e fomos andando até a famosa Torre de Pisa e voltamos para o trem. A cidade é pequeniníssima, não tem muita coisa para se ver, e sem chuva então, tudo se torna ainda mais rápido.

PisaJá Veneza foi um local que chegamos torcendo para que não houvesse chuva, já que a cidade é famosa justamente por seus canais, porém esses canais quando chove muito acabam “invadindo” a cidade e os habitantes precisam partir para o plano B, que nada mais é do que montar passarelas por toda a cidade para que as pessoas possam andar sem se molhar. Seria uma aventura, confesso, mas ficamos torcendo pra isso não acontecer, rs… Preces atendidas, não choveu! Apenas frio, um friozinho bem generoso, com temperaturas em torno de 8 a 12°, mas ainda assim bem suportável! Passeamos de gôndola, fomos a Piazza San Marco, nos perdemos pelas vielas venezianas, conhecemos as ilhas de Murano, Burano e Torcello e claro, comemos muitas pastas. Uma delícia de viagem para se fazer no inverno.

VLOG VENEZA (5)E nossa última experiência na Itália: Milão. Ahhh essa cidade me conquistou, tanto na temperatura como pela atmosfera da cidade que exala glamour! Rs… A temperatura ajudou muito para que tivéssemos essa impressão. Foi o lugar mais frio de todos que visitamos. Na manhã que chegamos na cidade o aplicativo marcava 2° de temperatura, para quem é amante do frio como eu, se apaixona na hora. A máxima na cidade não passava de 10°, então para quem pretende conhecer a capital mundial da moda no inverno, prepare os casacos: Você vai precisar.

Vlog Milão Galleria Vittorio Emanuelle

Bélgica

Tranquilamente o lugar mais gelado que conhecemos na Europa. O que é o frio desse lugar, minha gente? Juro, é surreal! Chegamos na cidade de avião, e a hora que colocamos os pézinhos pra fora do avião já sentimos aquela rajada de vento que vem do além! Hahaha… Pegamos temperaturas que variavam de 5° a 10°, mas a sensação térmica beirava os 0°.

Grand Place Bruxelas (3)A sorte é que, da mesma forma que a cidade é gelada, ela também cheira chocolate, waffles e batata frita, hahaha… Todos alimentos que ajudam a gente a enfrentar a frio, então essa temperatura se torna adorável com a ajuda desses componentes, rs…

Vlog Bruges (4)

Outra cidade na Bélgica onde também pegamos um friozinho delicioso foi Bruges. A cidade parece ter sido tirada de um conto de fadas e colocada ali, cheia de construções que parecem castelinhos, com lagos e patinhos por eles, e o clima gelado que pegamos, remete ainda mais aos cenários de filmes. A temperatura era a mesma de Bruxelas, mas o frio era ainda maior devido a grande quantidade de árvores e de lagos pela cidade. Uma opção deliciosa pra quem ama o frio e quer conhecer uma cidadezinha medieval com cara de filme.

Inglaterra

Em Londres tivemos temperaturas bem parecidas com a que pegamos em Milão. Bem geladinho, mas ainda assim um frio suportável. Como a maioria dos passeios na terra da rainha são ao ar livre, também é uma boa época para se visitar a cidade, já que andamos bastante e o frio acaba passando despercebido com as andanças para se conhecer a cidade.

Vlog Palácio de Buckingham

Holanda

A terra das flores também sabe ser uma terra bem geladinha no inverno. Pegamos dias bem geladinhos em Amsterdam e um dos dias que ficamos com bastante chuva. Como a cidade tem programas para se fazer nesses dias mais chatinhos de chuva, aproveitamos para visitar a casa de Anne Frank e fazer compras na Primark, e com isso foi o dia inteiro. Pegamos temperaturas que variavam entre 8 e 15° dependendo da hora do dia.

Vlog Keukenhof (6)

E essas foram as cidades que eu pude conhecer no inverno europeu. Pra quem também é apaixonado por frio, eu recomendo muito conhecer a Europa nessa época do ano. Se preparem, levem bastante agasalho, porque o frio de lá não tem muito a ver com o nosso não. E como disse pra vocês, as minhas experiências foram entre março e abril, que são meses de pouco, ou quase nada de chuva. Sei que o período entre novembro/dezembro é de muita chuva por toda a Europa, então eu não viajaria nessas épocas para conseguir aproveitar melhor as cidades.

Espero muito que tenham gostado das dicas, em breve trago mais posts sobre viagens e turismo para vocês, já que estamos entrando em época de férias! :)

Um beijo.

2 2 comentários

veja esses posts também:

A importância de um curso de inglês para blogueiras

Oii pessoal, tudo bem?

O post de hoje é mais direcionado para as minhas colegas de profissão. Hoje eu venho falar com vocês sobre a importância de ter um segundo idioma nos dias atuais, mais especificamente o inglês, e como eu percebo que ele me auxilia no dia-a-dia no meu trabalho com o blog e o Youtube.

curso-de-inglesJá comentei com vocês nas redes sociais que estou fazendo curso de inglês e super animada com isso. Os dois dos motivos principais pelo qual eu decidi aperfeiçoar o inglês é o fato de gostar de viajar e também o meu trabalho com o blog e o canal.

Hoje em dia, eu tento assistir muitos vídeos de youtubers de fora do país e ler muitos blogs estrangeiros para buscar inspiração e trazer conteúdo para vocês, e é claro que para isso eu preciso entender tudo isso que estou assistindo/lendo, né? haha…

Outro aspecto que também sinto muito no meu dia-a-dia são os contatos de empresas de fora do país querendo firmar parceria comigo, claro, sempre em inglês. Nem sempre esses tradutores de internet tem a melhor tradução do mundo e um bom curso de inglês nesses momentos realmente faz toda a diferença para não responder um e-mail com o inglês meio “índio”, se é que vocês me entendem.

curso-de-ingles-2E as viagens que, além de serem um momento de lazer e de descanso para mim, também fazem parte do meu trabalho já que eu compartilho absolutamente tudo com vocês através do canal e do blog. Chegar em um local e conseguir entender o que o guia está explicando para poder repassar para as minhas leitoras e seguidoras, além de poder me comunicar melhor com funcionários de hotel, taxistas, garçons, pessoas locais que conhecemos nessas viagens, realmente não tem preço.

curso-de-ingles-3Diante disso tudo, o que eu posso concluir é que, como em toda profissão, no mundo dos blogs fazer um bom curso de inglês é importantíssimo e mais um investimento que devemos fazer na nossa carreira, então amiga blogueira, se você nunca tinha parado para pensar na importância do inglês na nossa profissão, fica aqui a reflexão para você.

Na web existem algumas ferramentas para testar seus conhecimentos de inglês e também espanhol. Dessa forma você consegue fazer um teste de nivelamento e ver como anda o seu inglês e fazer um curso a partir da sua real necessidade.

Espero muito que tenham gostado do “toque de amiga” de hoje! :)

Um beijo!

* Esse post é um publipost, buuuut eu realmente estou ciente da importância de um curso de inglês na nossa área, estou aperfeiçoando o meu inglês e gostaria de dividir essas informações com vocês! :)

2 12 comentários

veja esses posts também:

Conheça o Unrooming e saiba como economizar em viagens!

Oiii pessoal, tudo bem?

Hoje eu venho contar em mais detalhes pra vocês sobre o programa Unrooming da Hoteis.com! Eu já contei um pouco sobre esse projeto da Hoteis.com mas nunca fiz um vídeo falando todos os detalhes pra vocês, por isso hoje eu venho contar tudo sobre como você pode participar do Unrooming e ainda por cima ter 10% de desconto em hotéis nas suas próximas viagens. Vamos conferir?

Unrooming Hoteis

Links mencionados no vídeo:

Site da Hoteis.com
Programa Fidelidade Hoteis.com
Site do Unrooming

Espero muito que tenham gostado de saber dessa nova opção de avaliação de hotéis da Hoteis.com e que vocês aproveitem! :D

Um beijo! beijinhos

2 2 comentários

veja esses posts também: